Paralisação em Pindamonhangaba lança campanha salarial dos metalúrgicos em SP

Os trabalhadores da fábrica Gerdau, em Pindamonhangaba/SP, estão realizando uma paralisação nesta quinta-feira, dia 6 de junho. O ato integra o lançamento da Campanha Salarial dos metalúrgicos da CUT em todo o Estado e conta com a participação de centenas de sindicalistas. Paralisações em outras fábricas irão ocorrer ao longo do dia.

A negociação da Campanha Salarial é feita pela FEM-CUT/SP (Federação Estadual dos Metalúrgicos) em conjunto com 11 sindicatos e envolve 212 mil trabalhadores. Esse lançamento é o primeiro realizado nesse formato, com todos os sindicatos.

A pauta entregue para as bancadas patronais reivindica a valorização das Convenções Coletivas, a reposição da inflação e o aumento real de salário, também a redução da jornada sem redução de salário e a redução da taxa de juros.

“Esse ato tem o objetivo de engajar os trabalhadores e mostrar o tamanho e a força dos metalúrgicos para avançarmos nas negociações”, enfatizou Erick Silva, presidente da FEM-CUT/SP.

Pinda é a cidade mais metalúrgica do Vale do Paraíba. A categoria tem 8.027 trabalhadores segundo dados do Caged e assim reúne 22% de todos os 36 mil empregos da cidade.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, André Oliveira, a escolha de Pinda é importante para a cidade.

“Isso é também uma forma de reconhecimento da luta e dos avanços que temos conquistado nas mobilizações nas portas de fábrica. É importante mostrar unidade. Se os patrões estão organizados, nós também estamos”, disse André Oliveira.

O ato está reunindo também sindicatos de outras categorias. Ao total são 23 entidades na mobilização.

Fonte: CNM/CUT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.