360 mil palestinos deixaram Rafá após uma semana de invasão

O Estado de “Israel” começou a operação militar de invasão de Rafá no dia 6 de maio. A cidade mais ao sul da Faixa de Gaza era onde se abrigavam a maior parte dos palestinos refugiados dentro de Gaza. Antes da invasão eram cerca de 1,1 milhão.

A Agência da ONU para Refugiados Palestinos, UNRWA, afirmou: “Quase 360.000 pessoas fugiram de Rafah desde a primeira ordem de evacuação há uma semana. Enquanto isso, nos bombardeios no norte de Gaza e em outras ordens de evacuação, mais deslocamentos e medo foram criados para milhares de famílias. Não há para onde ir. Não há segurança sem um cessar-fogo.”

A invasão israelense não teve o sinal verde dos EUA, então ela está acontecendo de forma parcial. Mesmo assim, os sionistas tomaram a passagem de Rafá, fronteira com o Egito, e agora estão impedindo a maior parte da ajuda humanitária de entra na Faixa de Gaza. Estão impondo um cerco de alimentos, combustíveis e todos os itens mais básicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.