Curitiba: Comitês e PCO fazem mais um jantar em defesa da Palestina

Na noite deste sábado, dia 11 de maio, em Curitiba, ocorreu mais um dos jantares em defesa da Palestina promovidos pelo Partido da Causa Operária. Estas atividades vêm sendo realizadas nas principais cidades do país e visam levantar fundos para a materialização da campanha em defesa da Palestina e do Hamas, que consiste na publicação e distribuição de adesivos, cartazes, livros e até mesmo documentários, mostrando o outro lado dessa história.

A atividade em Curitiba

O Nina Bar (R. Mal. Deodoro, 847), localizado no Centro de Curitiba, foi o local escolhido para o jantar em defesa da Palestina dos companheiros paranaenses. A atividade no circuito alternativo de Curitiba recebeu companheiros da região e também de fora do Estado, como o companheiro Arthur Cesconetto (Santa Catarina) e o companheiro Henrique Áreas (São Paulo), que marcaram presença e fizeram suas falas em nome da direção nacional do Partido.

A atividade foi aberta pelo companheiro Arthur Cesconetto, que iniciou agradecendo a presença e a oportunidade de conhecer pessoalmente companheiros com os quais teve contato apenas à distância. O companheiro ainda ressaltou que era a segunda atividade na região Sul do país, continuado com a discussão política da campanha em defesa da Palestina e de mostrar lado do Hamas a respeito dos acontecimentos do 7 de outubro.

Representando a Direção Nacional do partido, o Cro. Henrique Áreas agradece a presença e contribuição dos presentes. Continuou pontuando que a visita da direção nacional do Partido ao Catar, demonstra nosso apoio ao “eixo da resistência”, sendo essa identificação com os lutadores revolucionários um motivo de muito orgulho.

Exaltando a importância de haver uma voz que divulgue a posição do Hamas para o Brasil, dando o outro lado da questão. Colocando um ponto contra a campanha sionista no Brasil. Trazendo a lembrança do companheiro do Paraná há pouco falecido, Roberto França, que contribuiu, que participou da luta internacionalista e que ainda teria muito a contribuir caso não tivesse sido vítima de um trágico e precoce falecimento.

Fonte: Diário Causa Operária

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.