Exército israelense está sequestrando mulheres palestinas grávidas

Segundo a Comissão Palestina para os Assuntos de Prisioneiros e Ex-Prisioneiros, o exército sionista sequestrou pelo menos duas mulheres desde 7 de outubro e as levou para a prisão de Damoun. Segundo a comissão, por meio de seu canal oficial no Telegram, Jihad Nakhlah e Aysha Ghidan estão entre sete outros prisioneiros que estão sob investigação por parte dos israelenses.

Além disso, a organização informa que, atualmente, 78 mulheres estão sendo mantidas reféns na prisão de Damoun, incluindo três da Faixa de Gaza. A comissão ainda informa que estas mulheres estão sendo submetidas a fome e isolamento.

“Elas foram completamente isoladas do mundo exterior e privadas dos seus direitos mais simples, como roupas e cuidados médicos, apesar da gravidade das condições de saúde daquelas que têm doenças crônicas”, afirmou a organização em comunicado.

“Além disso, são sujeitas a abusos físicos e repressão desde o início da sua detenção, além de assédio sexual durante revistas e outras ameaças”, acrescentando que a política de abusos e punições contra mulheres detidas aumentou intensamente desde 7 de outubro de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.