Não às demissões, os cortes de salário e a política genocida: fora Bolsonaro!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram

“E daí?”. Foi assim que o presidente golpista Jair Bolsonaro respondeu aos jornalistas quando perguntado sobre os mais de 5000 brasileiros que morreram por conta do co- ronavírus desde meados de março. Mas a declaração cruel e genocida de Bolsonaro não é pior que ele, os governadores esta- duais, os prefeitos, o Congresso Nacional e os capitalistas em geral zeram com o povo neste último período. Desde o início da crise do coronavírus quem tem pago a conta são os mais pobres. Juntos e a mando dos capitalistas, Bolsonaro e o Congresso tem ata- cado duramente os direitos dos trabalhadores. Eles aprovaram medidas que podem fazer trabalhadores perder até 70% do salário, além disso diminui a multa para quem demitir sem justa causa, facilitando os patrões a demitir os funcionários, dificulta a fiscalização de acidentes de trabalho e aumenta jornada de trabalhadores como bancários.

A quarentena estabelecida para impedir a progressão do vírus foi feita sem se preocupar com os mais pobres. Milhões foram demitidos por conta dela e não receberam nenhum benefício para poder pagar suas contas. Outros milhões per- deram seu sustento pois eram ambulantes ou outros trabalha- dores que não tem mais onde trabalhar. Para “mitigar” isso, os gol- pistas disseram que iam dar um auxílio de R$ 600. Esse auxílio não chegou para milhões de necessitados e estes agora ocupam las enormes nas agências bancárias, arriscando suas vidas por conta da pandemia, para tentar receber o auxílio que é in- su ciente, no Brasil de hoje não é possível sustentar família com R$ 600 ou R$ 1200.

Esses são apenas alguns dos ataques de Bolsonaro e companhia. Não se enganem, não é erro, é deliberado. Enquanto o povo passa fome, frio, enfrenta doença em hospitais lotados, eles deram R$ 1,2 trilhão aos banqueiros, aos bilionários do Brasil e de outros países. Esse valor era su cente para fornecer aos trabalhadores quase R$6 mil reais, mas não foi dado ao povo, foi dado aos que sempre exploraram o povo. É preciso parar o governo de bolsonaro e todos esses inimigos do povo. É preciso mobilizar, lutar para derrubar Bolsonaro e todos os golpistas. Fora Bolsonaro!