RS: 537 mil desalojados, número de mortos sobe para 143

Nesse domingo (12), o número de mortos no desastre no Rio Grande do Sul subiu para 143. Segundo a Defesa Civil do Estado, 125 pessoas ainda estão desaparecidas. O mesmo órgão afirmou que o número de desalojados é de 537 mil.

Quase todas as cidades gaúchas sofrem com a catástrofe, 446 municípios de um total de 497.

É preciso um programa popular para a crise, causada pela política neoliberal colocada em prática por Eduardo Leite.

Reproduzimos novamente abaixo as reivindicações dos Comitês de Luta para enfrentar a crise:

  • Organizar um comitê independente para estudar as causas das enchentes e as obras que não foram e precisam ser realizadas.
  • Ver todas as necessidades de quem ficou desabrigado ou afetado, garantir abrigos para todos, além de alimentação, água, luz e auxílio médico.
  • Garantir que todos tenham suas moradias reformadas ou, quando não for possível, realocadas.
  • Tarifa zero para água, energia e telefone nas áreas afetadas até normalizar a situação.
  • Tabelamento de preços e proibição e confisco se necessário das empresas que estocarem gêneros de primeira necessidade.
  • A Polícia Militar deve ser colocada sob coordenação da defesa civil
  • O governo deveria requisitar aeronaves, helicópteros, etc., para resgatar as pessoas.
  • Fim da política de austeridade, déficit zero!
  • Suspensão dos pagamentos de dívidas interna/externa, inclusive com o governo federal
  • Suspensão da lei de responsabilidade fiscal!
  • Auxilio emergencial para todos os afetados!
  • Reestatização de todas as empresas privatizadas!
  • Fora Leite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.